domingo, 18 de novembro de 2007

Aconchego


Hoje
precisava que a distância
tivesse a medida
do meu braço estendido

9 comentários:

Maria disse...

Garanto que não és só tu.... Amiga!

Beijão

Jo§e disse...

Também eu queria que a distância máxima fosse a do teu braço estendido e que a pudéssemos encurtar até sermos um só.

Leticia Gabian disse...

Maroca,
É verdade, amiga.

Beijão

Leticia Gabian disse...

Meu Zé,
Ai!... Como eu preciso!... Como eu desejo!!!!

O Profeta disse...

Pois amiga, estende o braço...serão que cobres a distância...?


Bom domingo


Mágico beijo

Tiago Nené disse...

obrigado pelo comment sobre a minha poesia. foi simpatico.

abraço

www.tiagonene.pt.vu

PS: se fosse possivel fazeres um post nos teus blogues sobre a apresentaçao na fnac do algarve shopping (esta td na minha pagina) seria perfeito;)

Leticia Gabian disse...

Profeta,
Falta muito pouco pra que já não exista distância.

Beijo grande

Leticia Gabian disse...

Olá, Tiago!
Muita sorte e sucesso pra ti.

Ale disse...

Vale a Pena...

Vale a pena a tentativa e não o receio. Vale a pena confiar apesar do medo. Vale a pena encarar e não fugir da realidade. Ainda que eu fracasse, vale a pena lutar.

Vale a pena discordar do melhor amigo e não apoiá-lo em suas atitudes erradas; Vale a pena corrigi-lo.

Vale a pena encarar-me no espelho e ver se estou certo ou errado. Vale a pena procurar ser o melhor e aí... Vale a pena ser o que for. Enfim...

Vale a pena viver a vida, já que a vida não é tudo que ela pode nos dar; Mas, sim, tudo o que podemos dar por ela.

Vale a pena acreditar em nós mesmos. Vale a pena fazer o seu próprio destino.
Vale a pena marcar a presença no mundo à sua volta e, principalmente, no mundo dentro de você.

Viva intensamente, cada momento, cada segundo... Ame muito, a tudo e a todos... Deixe seus olhos brilharem e seu coração pulsar feliz... Sorria, brinque, volte a ser uma linda criança! Porque... com toda certeza, Vale a pena!

Beijos e fica com Deus Sempre.